segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

[RESENHA] ESCÂNDALOS NA PRIMAVERA - LISA KLEYPAS


(Para ler a resenha do primeiro livro "Segredos de uma noite de verão" da série "As quatro estações do amor" clique AQUI, para ler a resenha do segundo livro "Era uma vez no outono" clique AQUI e para ler a resenha do terceiro livro "Pecados no inverno" clique AQUI)


ISBN-13: 9788580416565
ISBN-10: 8580416566
Ano: 2017 / Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: Arqueiro



"O amor deveria ser uma emoção vertiginosa que trazia felicidade, como nos versos bobos dos cartões do Dia de São Valentim decorados com penas, pinturas e rendas. Mas seu amor por Daisy não era de modo algum assim. Era um sentimento torturante, febril e desolador. Era um vício que não podia ser vencido. Era puro desejo temerário."



SINOPSE


Daisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braçaisy Bowman sempre preferiu um bom livro a qualquer baile. Talvez por isso já esteja na terceira temporada de eventos sociais em Londres sem encontrar um marido. Cansado da solteirice da filha, Thomas Bowman lhe dá um ultimato: se não conseguir arranjar logo um pretendente adequado, ela será forçada a se casar com Matthew Swift, seu braço direito na empresa.

Daisy está horrorizada com a possibilidade de viver para sempre com alguém tão sério e controlador, tão parecido com seu pai. Mas não admitirá a derrota. Com a ajuda de suas amigas, está decidida a se casar com qualquer um, menos o Sr. Swift.

Ela só não contava com o charme inesperado de Matthew nem com a ardente atração que nasce entre os dois. Será que o homem ganancioso de quem se lembrava era apenas fachada e ele na verdade é tão romântico quanto os heróis dos livros que ela lê? Ou, como sua irmã Lillian suspeita, o Sr. Swift é apenas um interesseiro com algum segredo escandaloso muito bem guardado?

Fechando com chave de ouro a série As Quatro Estações do Amor, Escândalos Na Primavera é um presente para os leitores de Lisa Kleypas, que podem ter certeza de uma coisa: embora as estações do ano sempre terminem, a amizade desse quarteto de amigas é eterna.



RESENHA


Daisy Bowman agora é a única flor seca ainda solteira, porém como não consegue despertar o interesse de nenhum britânico seu pai, Thomas Bowman, decide que se ela não arranjar um casamento até o final da temporada londrina irá casá-la com o americano Matthew Swift, seu funcionário e braço direito na empresa.

Daisy e Lilian repudiam veemente essa ideia, afinal, ele é tão inescrupuloso quanto o pai, ela jamais seria feliz ao lado de um homem como ele e por isso precisa arrumar um marido o mais rápido possível. O que as duas americanas não imaginam é que Matthew pode guarda vários segredos e que faria de tudo pela felicidade de Daisy, até mesmo abrir mão da própria felicidade.

Dizer que amei esse livro seria pouco!
Daisy é uma personagem sonhadora, apaixonada, espirituosa e determinada, que sabe o que quer. Já Matthew é um personagem honesto e de coração enorme que foi roubando o meu coração durante a leitura e suspirei pelo romance dos dois, um romance  diferente da maioria dos encontramos em romances de época e que foge totalmente dos padrões do gênero.
Eu adoro romances de época que me surpreendem e mesmo adorando os personagens libertinos, amo os livros que fogem do libertino convertido e trazem personagens apaixonados.
Além de todos esses fatores ainda temos a presença das flores secas constantemente nessa obra e nos deliciamos ao saber mais sobre os detalhes de suas vidas após seus casamentos.
"Escândalos na Primavera" é o quarto livro da série "As quatro estações do amor" e foi o meu livro preferido da série escrita por Lisa Kleypas. Recomendo muito essa série, mas lembre-se que esses livros precisam ser lidos na ordem correta, pois a história dos personagens se complemente a cada leitura. A autora finalizou brilhantemente a história das solteironas e me deixou ainda mais ansiosa para ler suas outras obras.



"— Achei que passaria o resto da minha vida em busca de pequenas lembranças suas em outras mulheres."

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

[RESENHA] AS COISAS QUE FAZEMOS POR AMOR - KRISTIN HANNAH


ISBN-13: 9788580417692
ISBN-10: 8580417694
Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Arqueiro


"A vida dá um jeito de seguir em frente, e a gente faz o melhor que pode para acompanhar o fluxo. O coração partido se cura. Como qualquer ferimento, fica uma cicatriz, uma lembrança, porém esmaecida."



SINOPSE

Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.

Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.

Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.

Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.



RESENHA

Angie sempre teve o sonho de ser mãe e depois de inúmeras tentativas frustradas a dor de saber que o seu maior desejo não iria ser concretizado arrancou um pedaço de sua alegria. Ela se perdeu e o seu casamento com Conlan construído em cima de tantos sonhos foi se perdendo também.
Após o divórcio ela resolve voltar a pequena cidade de West End e contar com o apoio da família nesse momento difícil, assim como apoia-los nos problemas dos negócios também. Em seu retorno ela conhece Lauren, uma menina de 17 anos repleta de sonhos e garra para conquistá-los, porém com uma mãe negligente e alcoólatra. Lauren precisa desesperadamente de amor materno e essa sua necessidade pode mudar a vida e o coração de Angie para sempre.

Kristin Hannah é conhecida por seus livros que carregam os maiores dos sentimentos em sua escrita, transmitindo ao leitor o que os personagens sentem, fazendo com que os leitores se coloquem no lugar dos personagens, criem empatia, se apaixonem pela história e sofram junto com eles.
Esse livro me fez sentir, me fez perceber, me fez amar...
E, é óbvio, me fez chorar como só Kristin Hannah consegue fazer. Não é um livro triste, mas é um livro de beleza tão grande que é impossível não se emocionar, não se encantar com as histórias, com a força dos personagens, com os relacionamentos e os diversos tipos de amor que estão impressos em suas páginas.
Uma história forte e inesquecível que carregarei para sempre em meu coração!
Mais do que recomendado, como tudo que essa autora escreve!


"Angie queria que o amor dele tivesse sido suficiente. Deveria ter sido. Mas a necessidade dela de ter um filho fora como uma correnteza, uma força avassaladora que os afogara."

sábado, 13 de janeiro de 2018

[RESENHA] A HISTÓRIA DO SÉCULO 20 PARA QUEM TEM PRESSA - NICOLA CHALTON E MEREDITH MacARDLE




ISBN-13: 9788558890526
ISBN-10: 8558890528
Ano: 2017 / Páginas: 200
Idioma: português
Editora: Valentina


"Achavam que o confronto terminaria em poucos e heroicos meses, e que poria um fim a todas as guerras. Na verdade, era o início de um novo tipo de guerra total, que envolveria a mobilização de civis em solo pátrio. Uma guerra que a tecnologia  assumiria uma importância destrutiva sem precedentes, uma guerra que provocaria ainda mais conflitos."




SINOPSE

“A História do Século 20 para Quem Tem Pressa” é um guia acessível para 100 anos de história moderna. Enormes avanços na ciência e na tecnologia — estimulados por exigências do comércio internacional e conflitos armados sem precedentes — resultaram no surgimento de aviões, automóveis e antibióticos que salvam vidas. Desde a queda do Império Britânico até a era nuclear, desde os avanços pioneiros nos direitos civis até a internet, o ritmo e o alcance do progresso e das mudanças foram extraordinários.

Nicola Chalton e Meredith MacArdle relatam os impressionantes eventos de um século diferente de todos, identificando as figuras-chave e os momentos decisivos desse notável período da história.

Em ordem cronológica, informações básicas sobre duas guerras mundiais, a criação das vacinas, a conquista da Lua, o fenômeno da globalização, a revolução digital, o perigo do aquecimento global... e muito mais em linguagem de fácil entendimento e com mapas ilustrativos para o leitor que deseja conhecer melhor o mundo em que vivemos.



RESENHA

O livro "A história do século 20 para quem tem pressa" faz parte da "Coleção história para quem tem pressa" e traz todos os fatos históricos resumidamente que marcaram o século passado. É uma história para quem tem pressa e ele cumpre, fielmente, o seu objetivo.

Os fatos são narrados em uma ordem cronológica, começando com as colonização, as duas grandes guerras mundias e todo o seu poder de destruição, as revoluções sociais, o Apartheid, fim do colonialismo, a guerra fria, crises políticas, avanços tecnológicos e culturais, desigualdades e ditaduras, a internet, o impacto da globalização mundial e sua importância no ano 2000.

Ao ler essa obra nos deparamos com fatos bem escritos de forma sucinta e objetiva, que vão entreter o leitor e despertar o interesse nessa Ciência Social. Claro que, como a própria coleção já diz, é para quem tem pressa e, por isso, não é um estudo aprofundado e repleto de análises, mas sim um guia prático e que amplia o conhecimento dos leitores acerca desse assunto.

A capa e o trabalho de diagramação da editora estão excelentes, a Valentina foi muito caprichosa em sua edição. Mas acredito que o fato do livro ter sido impresso em folhas brancas torna a leitura um pouco cansativa em alguns momentos. Não é nada que de fato prejudique o leitor, porém atrapalha na continuidade da leitura.
Indico a leitura a todos, principalmente aos curiosos sobre o assunto ou os interessados em conhecer melhor o mundo que vivemos e a origem dos problemas que ainda existem em nossa sociedade.

Nota: 4🌟


sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

[RESENHA] LADY WHISTLEDOWN CONTRA-ATACA - JULIA QUINN



ISBN-13: 9788580417678
ISBN-10: 8580417678
Ano: 2017 / Páginas: 352
Idioma: português
Editora: Arqueiro



“Ele a beijou embora nunca fosse ser o bastante. Beijou-a ainda que nunca mais fosse tê-la. 
E beijou-a para corrompe-la para todos os outros homens, para deixar sua marca de modo que, quando o pai finalmente a casasse com outro, ela teria a memória daquele momento, que a assombraria até o dia de sua morte.”
- O primeiro beijo, Julia Quinn.



SINOPSE


Com a participação especial da famosa cronista da sociedade criada por Julia Quinn, Lady Whistledown Contra-Ataca é formado pelas narrativas curtas de quatro escritoras consagradas, tendo como fio condutor o roubo de uma pulseira milionária. Seus contos são como pérolas que se unem e formam uma peça de valor inestimável.

"Quem roubou o bracelete de lady Neeley?
Terá sido o caça-dotes? O apostador? A criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.
Crônicas da sociedade de lady Whistledown, maio de 1816"

Julia Quinn encanta...

Um belo caçador de fortunas foi enfeitiçado pela debutante mais desejada da temporada. Agora ele precisa provar que o que deseja é o coração da jovem, não o dote dela.

Mia Ryan delicia...
Uma criada adorável e espirituosa está deslumbrada com as atenções românticas que tem recebido de um charmoso conde. Mas um relacionamento entre eles seria escandaloso e poderia arruinar a reputação dos dois.

Suzanne Enoch fascina...
Uma jovem inocente que passou a vida evitando escândalos de repente se vê secretamente cortejada pelo maior libertino de Londres.

Karen Hawkins seduz...
Um visconde que vaga sem destino volta para casa para reacender o fogo da paixão de seu casamento, mas descobre que sua linda e decidida esposa não será conquistada tão facilmente.




RESENHA


Lady Whistledown é uma das principais personagens já criadas por Julia Quinn e para fazer com que matassemos as saudades dela, convidou três autoras para escreverem quatro contos que serão conduzidos por nossa cronista da sociedade londrina a cada início de capítulo.
Apesar de serem contos independentes estão interligados pelo desaparecimento de uma pulseira de rubis e é obvio que nossa querida Lady Whistledown além de contar os babados da sociedade também quer revelar em primeira mão em sua coluna quem foi o responsável por esse estranho sumiço.

Logo no primeiro conto fui arrebatada pela escrita de Julia Quinn e por um casal tão apaixonante que fica impossível não torcer por eles. Mas ao ler o segundo conto escrito por Mia Ryan e o terceiro conto escrito por Suzanne Enoch não consegui me conectar com as histórias e com os acontecimentos, empaque na leitura desses dois. Já no quarto conto escrito por Karen Hawkins voltei a me apaixonar pela história e teria amado e favoritado essa leitura se fosse somente os contos de Julia e Karen. Esse último conto traz um romance com premissa original, cheio de arrependimento e perdão, me ensinando a grandeza da confiança e do amor verdadeiro.
Recomendo a leitura desses contos, principalmente dos dois que mais amei, e se vocês não leram a série “Os Bridgertons” fiquem tranquilos que não terão spoilers ao ler essa obra, apenas a audácia e espírito sarcástico da nossa querida Lady Whistledown, nossa eternamente amada cronista.

Nota: 4🌟