sexta-feira, 28 de agosto de 2015

SORTEIO DE LIVROS NO INSTAGRAM


PRIMEIRO SORTEIO NO INSTAGRAM! *-*

Para comemorar as mais de 3.000 curtidas que as fotos do ig já tiveram e as mais de 400 visualizações do blog, vamos fazer o sorteio do livro "Para Sempre - Alyson Noël". Para participar é muito fácil: --
--
1) Seguir o instagram @nossaressacaliteraria ;
2) Curtir a foto do sorteio;
3) Marcar 3 amigos nos comentários (pode marcar até 5 vezes, lembrando que quanto mais comentários, mais chances de ganhar)

E é isso pessoal, boa sorte a todos. O sorteio irá rolar no dia 11/09!


OBS.: esse sorteio só esta rolando graças a participação de vocês, gostaria de agradecer imensamente, de todo o meu coração, a cada um que visualiza, curte e comenta no blog ou no ig!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

LOUCURA NO SITE DO SUBMARINO

PROMOÇÃO TOTAL  DE LIVROS NO SUBMARINO!
Vários livros por apenas R$ 9,90, coleções de livros com desconto e livros pela metade do preço.
É lógico, óbvio e com certeza que euzinha me esbaldei nessa promoção *-*
Eu sou fã das compras pela internet e geralmente compro meus livros no site do submarino, do extra e americanas. Conheço algumas pessoas que possuem certo receio por esse tipo de compra, mas eu adoro pelos preços que sempre são mais baixos e super recomendo, a espera é pequena e vale a pena, financeiramente falando.
Adquiri 6 novos livros e já estou contando os dias loucamente para que eles cheguem!
Assim que chegarem postarei aqui no blog e falarei um pouquinho sobre cada um, então fiquem no aguardo das fotos dos meus novos bebês s2 s2 s2

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Livros para crianças e pré-adolescentes

Pessoal, todos sabem que amo livros e que SEMPRE incentivei a minha irmã Ana Julia a fazer o mesmo. Desde pequena, quando ela nem sabia ler ainda, já dava alguns livros ilustrativos para ela. 

Quando ela começou a ler foi a minha alegria, então sempre a presenteava com  livros, ela escolhia e eu comprava. E sempre foi assim.

Agora minha linda está com 11 anos e deixo com que ela se aventure pela minha estante, mas sempre acreditei que alguns livros precisam de uma maturidade de interpretação, para que ela possa compreender certos acontecimentos e assim não julgue o livro de maneira errônea.

Ao mesmo tempo que ela começou a ler livros mais complexos, adorava ler as sequências de "Diário de um banana" e todos esses.

Então, caminhando por uma feira literária infantil me deparei com esse livro "Diário de aventuras da Ellie: uma viagem fora de série" e trouxe para minha pequena (mentira, ela é maior que eu). E não é que ela AMOU.

Esse é o primeiro livro dela e uma boa pedida para quem quer incentivar as leituras aos pré-adolescentes, visto que hoje a maioria só se interessa por Facebook e jogos de video-game... Nada como inserir um pouco de cultura na vida dos nossos pequenos para que eles não cresçam como adultos alienados =}

domingo, 23 de agosto de 2015

[RESENHA] DIAS DE SANGUE E ESTRELAS - LAINI TAYLOR


ISBN-13: 9788580574067
ISBN-10: 8580574064
Ano: 2013 / Páginas: 444
Idioma: português 
Editora: Intrínseca

SINOPSE 

Karou, uma estudante de artes plásticas e aprendiz de um monstro, por fim encontrou as respostas que sempre buscou. Agora ela sabe quem é - e o que é. Mas, com isso, também descobriu algo que, se fosse possível, ela faria de tudo para mudar: tempos atrás Karou se apaixonou pelo inimigo, que a traiu, e por sua culpa o mundo inteiro foi punido. Na deslumbrante sequência de Feita de fumaça e osso, ela terá que decidir até onde está disposta a ir para vingar seu povo. Dias de sangue e estrelas mostra Karou e Akiva em lados opostos de uma guerra ancestral. Enquanto os quimeras, com a ajuda da garota de cabelo azul, criam um exército de monstros em uma terra distante e desértica, Akiva trava outro tipo de batalha: uma batalha por redenção... por esperança. Mas restará alguma esperança no mundo destruído pelos dois? 

RESENHA

Exatamente como eu previa, muito melhor que o primeiro...

Eu adorei o livro "Feito de fumaça e osso", mas acho que ele demorou um tempo para engatar a segunda marcha e assim demorou muito para que nós conseguíssemos entender a história.
Em "Dias de sangue e estrelas" as revelações do livro anterior foram feitas e mudaram todo o rumo de Karou e Akiva. A garota-para-lá-e-para-cá está completamente devastava após a morte da sua família quimera e o anjo procura a rendição pelo seus erros, pela sua vingança.
Os dois estão separados e não há nada de romântico nesse livro, só lembranças do passado, lembrança de outras vidas.

Akiva esta travando uma batalha interior, procurando a tão sonhada paz, mostrando aos anjos Ilegítimos que existem outra coisa além da vida que lhes ensinaram, da vida para qual foram criados por Joram. Existe amor e esperança para os Ilegítimos também.

Novos personagens surgem na história e me encantei por Ziri, que conhecia Madrigal e foi contra a punição dela, seu caráter e sua índole são mostradas de forma tocante no livro e sua fidelidade pela nova ressurreicionista Karou é tão grande do que a que ele tinha por ela em sua vida passada.

A volta dos personagens Zuzana e Mik dão uma leveza e diversão a vida de garota do cabelo azul, que passa os seus dias criando um novo exército para combater os anjos, criando um novo exército para THIAGO, O LOBO BRANCO.

Será que após 18 anos do assassinato da Madrigal o Comandante quimera mudou a sua postura, se tornou alguém melhor e se arrependeu do que fez?
Só lendo para saber huahua


Assim como no livro anterior Laini Taylor deixa as revelações bombásticas para o final e nos deixa morrendo de ansiedade para o fim dessa trilogia entre anjos e demônios.

[RESENHA] FEITA DE FUMAÇA E OSSO - LAINI TAYLOR


ISBN-13: 9788580572483
ISBN-10: 8580572487
Ano: 2012 / Páginas: 384
Idioma: português 
Editora: Intrínseca



SINOPSE


"Um romance de tirar o fôlego, sobre destino, esperança e a busca de si mesmo" The New York Times.
Pelos quatro cantos da Terra, marcas de mãos negras aparecem nas portas das casas, gravadas a fogo por seres alados que surgem de uma fenda no céu. Em uma loja sombria e empoeirada, o estoque de dentes de um demônio está perigosamente baixo. E, nas tumultuadas ruas de Praga, uma jovem estudante de arte está prestes a se envolver em uma guerra de outro mundo. O nome dela é Karou. Seus cadernos de desenho são repletos de monstros que podem ou não ser reais; ela desaparece e ressurge do nada, despachada em enigmáticas missões; fala diversas línguas, nem todas humanas, e seu cabelo azul nasce exatamente dessa cor. Quem ela é de verdade? A pergunta a persegue, e o caminho até a resposta começa no olhar abrasador de um completo estranho. Um romance moderno e arrebatador, em que batalhas épicas e um amor proibido unem-se na esperança de um mundo refeito.



RESENHA


Um começo ruim, para um final muito bom!

O livro começa a nos encantar pela capa que já parece ser muito bonita por foto, mas em mãos é ainda mais, tendo um aspecto brilhante encantador!

Laini Taylor vem em "Feita de fumaça e osso" mostrando Karou, criada por Brimstone, uma garota aprendiz do demônio que mal sabe direito quem é, não se lembra de nada, apenas de Brimstone e dos 4 quimeras com quem foi criada na loja de barganhas do demônio; e Akiva, o serafim que vem à Terra fazendo marcas de mão com fogo nos portais que Karou e outras pessoas usam para conseguir ter acesso a loja, Taylor vem trazendo a ideia do "demônio que se apaixona pelo anjo e isso não acaba nada bem", mas o começo do livro é muito enrolado e meio maçante, como se o tempo todo você tivesse que se impactar com o cabelo azul de Karou, suas inúmeras tatuagens, seu desejos, seus desenhos e blá blá blá, o livro demora para ficar interessante. Apenas na chegada de Akiva começa a ficar melhor.

Deixando bem claro que começar a ficar melhor não quer dizer que o livro ficou bom!

Quando o lindo serafim começa a marcar os portais com a mão pensei que finalmente o livro seria mais claro e com mais respostas, mas isso ainda não acontece...
E é somente depois do encontro de Karou e Akiva que as coisas finalmente melhoram (e sim, agora ficam boas hauhauhau)

O final do livro é esclarecedor e ótimo, você passa o livro todo entendendo a vingança de Akiva quando de repente, PÁ, é outra coisa e a vingança dele é ainda maior, mas ele se vingou das pessoas erradas e o livro termina com uma promessa de dor, sangue, ódio e ainda mais vingança. DIAS DE SANGUE E ESTRELAS.

Será que existe outro caminho para Karou e Akiva que não seja isso? Vingança?

sábado, 22 de agosto de 2015

[RESENHA] UM DIA - DAVID NICHOLLS




[RESENHA] SIMPLESMENTE ACONTECE - CECELIA AHERN


ISBN-13: 9788581635453
ISBN-10: 8581635458
Ano: 2014 / Páginas: 448
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito


"Sua amizade trouxe muitas cores para a minha vida. Elas estão lá mesmo nos piores momentos da minha vida, e eu sou a pessoa mais sortuda por ter isso."


SINOPSE

O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para outra simplesmente não conseguem ficar juntas? Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos. Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails e cartas. Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.

RESENHA

INSEPARÁVEIS SENDO CONSTANTEMENTE SEPARADOS

O livro "Love, Rosie" de Cecelia Ahern que no Brasil se chama "Simplesmente Acontece" (sério, quem traduziu o nome desse livro? quem fez essa coisa?) veio com a promessa de ser mais um grande sucesso da autora já muito conhecida após o sucesso "P.s.: Eu te amo".

Cecelia nos conta a história de Rosie e Alex, porém ela é contada de uma maneira meio inusitada: por cartas, e-mail, torpedos, recadinhos, conversas no msn, cartões etc. Isso no começo causou aquele "pré-conceito", sabe? Já comecei a pensar, como ela vai dar sequência nessa história somente dessa forma?

Porém, pra variar, eu estava terrivelmente enganada haha

Trata-se da história de dois amigos inseparáveis desde os 5 anos de idade, que aprontavam todas no colégio, em suas casas, nas festas, brigavam, faziam as pazes, ou seja, MELHORES AMIGOS. Que sempre acreditaram na veracidade da amizade entre homens e mulheres.

Alex teve que se mudar para Boston devido ao emprego do seu pai, mas eles prometeram um ao outro que jamais perderiam contato, jamais lembrariam um do outro como amigos do passado. Rosie por sua vez continua estudando em Dublin, na Irlanda, e está super empolgada para fazer faculdade em Boston e assim poder ficar perto do amigo novamente, mas o destino tinha outros planos para ela: uma gestação e uma filha linda chamada Katie.

Rosie precisa abrir mão do sonho de estudar hotelaria em Boston para ser mãe, enquanto Alex começa a tão sonhada faculdade de medicina em Harvard. Todas as pessoas na face da Terra que os conhecem dizem: cara, vocês vão ficar juntos! Porém os dois, ao meu ver, têm medo do que sentem, medo de estragar a amizade, medo de estragar a vida do outro com todos os problemas e loucuras da sua vida e então o destino trata de os separar MUITAS E MUITAS VEZES...

Fiquei tão apaixonada pelo livro e por todos os personagens dele. Sabe quando você se imagina sendo amigo de tal personagem? Eu queria muito conhecer a Rosie, o Alex, A Ruby, Katie, Toby, Steph... Até mesmo a Bethany Piranha, mas dispenso o Qual-é-mesmo-o-nome-dele? haha

Sabe quando você vê aquela linda história de amor entre um casal que ainda não virou casal? Então, é isso que acontece com os dois, mas o problema é que eles eram inseparáveis, sendo constantemente separados. A história de Cecelia Ahern nos traz uma linda perspectiva de amizade, amor, a importância da família, sobre sonhos e sobre a busca incessável  pelo SILÊNCIO. Pois é muito fácil encontrar o fogo num relacionamento, isso podemos encontrar em qualquer esquina, difícil mesmo é encontrar o silêncio, aquele silêncio que não incomoda, aquele momento perfeito que faz com que você entenda completamente a pessoa somente pelo olhar, que faz com que você perceba que realmente aquela É A pessoa!

[RESENHA] ELEANOR E PARK - RAINBOW ROWELL


ISBN-13: 9788542801255
ISBN-10: 8542801253
Ano: 2014 / Páginas: 328
Idioma: português 
Editora: Novo Século


"A gente acha que abraçar uma pessoa com força vai trazê-la mais para perto. Pensamos que, se a abraçarmos com muita força, vamos senti-la, incorporada em nós, quando estivermos longe. Toda vez que Eleanor ficava longe de Park, sentia sua perda."



SINOPSE

Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

RESENHA

PARECE BOBINHO, MAS NA VERDADE É DEMAIS!

Adicionei esse livro em minha meta de leitura depois de ouvir tantos comentários favoráveis sobre ele no Skoob. Ao ter o livro em mãos e ler os comentários de outros autores e dos jornalistas sobre ele, pensei que não passava de mais um livro bobinho com uma história de amor adolescente.

MAS ELE É BEM MAIS DO QUE ISSO!

Park é um mestiço que possui uma opinião formada e centrada, mas até ele se assusta ao ver Eleanor pela primeira vez, com todo o seu estilo: não estou nem aí para o que vocês pensam e com os enormes e bagunçados fios ruivos à solta.
Como já dizia Park, parecia que a menina queria ser zoada pelos colegas de classe, e não deu outra. Eleanor virou alvo majoritário das gracinhas escolares.

Park tinha a graça de ter aquela família perfeita dos comercias de margarina, enquanto Eleanor sofria com uma família desunida e com um padastro, no mínimo, estranho, que batia em sua mãe na frente dos filhos dela e pareceu nunca se importar com eles.

Park, lindo, com sua beleza asiática diferente. Eleanor é gordinha e desengonçada, porém com seu próprio charme.

Os dois são nerds e é isso que os une!

Eis então que surge uma comovente história de amizade e amor, necessidade e paixão, que nada tem a ver com um romance adolescente. Eleanor encontra em Park a força e segurança que nunca possuiu, enquanto Park encontra, finalmente, o amor, de uma forma que ele ainda não compreende.
O livro ainda vem de forma "bobinha" nos levando cada vez mais a conhecer esses dois personagens profundamente, até que o final vem pra selar uma história linda, tocante e muito bem escrita (ou vem matar as choronas - como eu- de tanto chorar)

Esse livro, no começo bobinho, foi uma grande surpresa pra mim, uma surpresa que vai desde gibis de X-men até uma triste realidade e lágrimas...

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

[LIVRO X FILME] O PEQUENO PRÍNCIPE NAS TELINHAS DO CINEMA ♥





O principezinho mais amado e famoso do mundo estreiou hoje nos cinemas e vai ficar ainda mais famoso. É uma animação e o trailer promete muita emoção às crianças e também aos adultos que irão assistir e se deliciar com mais uma adaptação literária que vira filme.


Pensando nisso, reunimos os melhores quotes do livros de Antoine de Saint-Exupéry. Vem conferir aqui, no ressaca:


"- Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!

E riu de novo.

– Será como se eu lhe houvesse dado, em vez de estrelas, montes de pequenos guizos que sabem rir.”

" - Os homens esqueceram essa verdade - disse ainda a raposa. - mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."

"A gente só conhece bem as coisas que cativou - disse a raposa."

"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante"

"Tu não és para mim senão uma pessoa inteiramente igual a cem mil outras pessoas. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás pra mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo"

“Tu julgarás a ti mesmo – respondeu o rei. – É o mais difícil. É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros. Se consegues fazer um bom julgamento de ti, és um verdadeiro sábio.”

“Mas se tu me cativas, minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros. Os outros me fazem entrar debaixo da terra. Os teus me chamarão para fora da toca, como se fossem música. E depois, olha! Vês, lá longe, os campos de trigo? Eu não como pão. O trigo para mim não vale nada. Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. E isso é triste! Mas tu tens cabelos dourados. Então será maravilhoso quando tiveres me cativado. O trigo, que é dourado, fará com que eu me lembre de ti. E eu amarei o barulho do vento no trigo”

“Mas, com certeza, para nós, que compreendemos o significado da vida, os números não têm tanta importância.”

“Disse a flor para o príncipe: É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas.”

“ – E quando estiveres consolado (a gente sempre se consola), tu ficarás contente por teres me conhecido. Tu serás sempre meu amigo. Terás vontade de rir comigo. E às vezes abrirás tua janela apenas pelo simples prazer... E teus amigos ficarão espantados de ver-te rir olhando o céu. Tu explicarás então: “Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!” E eles te julgarão louco. Será uma peça que te prego...

"Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas."

"Eis o meu segredo: é muito simples. Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos."

" Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."




E, para terminar, escolho o meu trecho predileto, minha inspiração de vida, nesse livro que é filosofia pura, nesse livro que a cada leitura temos um aprendizado diferente, nesse livro que foi o primeiro livro que ganhei dos meus pais e ainda é um dos meus preferidos, que guardo com tanto carinho em minha estante e em meu coração!

"É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu, descrer de todo amor porque um deles foi infiel. É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Espero que na tua caminhada não cometa essas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim um recomeço."

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

[RESENHA] PARA ONDE ELA FOI - GAYLE FORMAN


ISBN-13: 9788581635675
ISBN-10: 8581635679
Ano: 2014 / Páginas: 240
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito


"Levanto o olhar novamente. Seus olhos ainda estão lá, ainda olhando para mim. E eu tenho certeza absoluta de que ela vai tocar esta noite."


SINOPSE



Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.


RESENHA

Ainda melhor...

A sequência de "Se eu ficar" foi tão aguardada no Brasil e pelos leitores do Skoob. Com muita ansiedade os leitores contavam os dias para o lançamento de "Para onde ela foi" e a espera valeu MUITO a pena!

Ele não parte mais do ponto se vista da violoncelista Mia Hall, mas sim o de Adam, seu ex-namorado roqueiro.

Após o acidente que devastou a vida de Mia, ela perdeu os seus familiares entrou em coma e ficou entre a vida e a morte. Ela escolheu ficar, após o toque de Adam, então veio a recuperação e quando nada mais fazia sentido na vida da garota a música e o violoncelo ressurgiram como esperança. Ela partiu para Juilliard, deixou Adam para trás e com o passar do tempo nunca mais o procurou, deixando-o devastado, COMPLETAMENTE DEVASTADO.

Eis que novamente a música surge ao roqueiro como uma forma libertadora de expressar a sua dor e após compor um CD inteiro de revolta e tristeza, sua banda finalmente atinge o sucesso tão desejado anteriormente.

Agora 3 anos depois do acidente vemos um Adam paranóico, que não aguenta mais o preço da fama, que só o aguenta com a ajuda de remédios. Mas ele sabe que se tornou essa pessoa por ainda sofrer por ela, por ainda sonhar com o fantasma de Mia e por não aguentar os dias que se passam longe dela. Vemos um coração roqueiro despedaçado, ele continua devastado sem a garota, porém de uma forma muito pior do que no início em que ele se excluiu do mundo, agora ele tem medo de tudo.

Um desejo que na verdade foi bem controlado, Adam só iria ouvir o seu fantasma tocando num concerto e depois iria embora, mas acontece um reencontro impossível em Nova York da "nerd e o descolado" podendo trazer respostas, silêncio, lágrimas, ainda mais dor, absolvição e muito mais sentimentos. Será que eles conseguirão se perdoar por tudo o que aconteceu? Será que a linda história de amor dos dois, já marcada por tanta dor, vai conseguir ter uma segunda chance?

AMEI demais essa sequência com lindas palavras, muito bem escrito, as páginas continuam com aquela marca d'água LIIINDA e a visão do Adam nos leva a pensar na vida dos nossos ídolos e como deve ser o dia-a-dia de cada um, mas principalmente sofrer junto com o roqueiro e torcer, torcer muito, para que o primeiro amor consiga ser maia forte do que tantas mágoas.

[RESENHA] SE EU FICAR - GAYLE FORMAN


ISBN-13: 9788581635415
ISBN-10: 8581635415
Ano: 2014 / Páginas: 224
Idioma: português 
Editora: Novo Conceito


"O primeiro amor deixa marcas para a vida inteira."

SINOPSE



A última coisa de que Mia se lembra é a música. Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela. Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.


RESENHA

Nessa história de Gayle Forman conhecemos Mia, uma estudante que toca violoncelo e que é apaixonada por música, por sua família e por seu namorado, Adam. Ao ir visitar amigos da família, ela, seus pais e seu irmão Tobby, sofrem um grave acidente de carro, levando a violoncelista ao coma.

Mas em seu coma ela consegue ouvir música, a sentir toda a dor da perda de sua família, a ver o sofrimentos de seus avós, de Adam e dos amigos que torcem por sua recuperação. Em coma ela precisa tomar a seguinte decisão: desistir de tudo e se entregar a morte junto aos seus familiares ou ficar e continuar lutando pela vida?

"Viva para amar".


Um livro que em poucas páginas nos traz a seguinte mensagem: AME, SINTA, VIVA! Ame independente do que for o seu objeto de amor, mas se entregue a esse amor de corpo e alma e com todo o seu coração.

O livro nos mostra alguém que amou de corpo e alma: Mia. Que dedicou o seu corpo e sua alma a sua música e o seu tão amado violoncelo. Que amou de todo o seu coração seus pais, seu irmão, seu namorado, sua amiga de escola etc, nos levando assim ao ápice de uma grande escolha.


Em alguns momentos o livro se torna um pouco cadenciado, porém acredito que isso tenha sido necessário para nos levar ao êxtase do seu final.


É impossível não amar um livro acompanhado de uma mensagem tão linda e profunda. Ainda por cima tem uma bela capa e páginas com uma marca d'água linda!
Estou esperando ansiosamente para a continuação "Para onde ela foi"

[BOOK HAUL] COMPRINHAS DO MÊS ♥

 

Boa noite, gente!
Já devo começar pedindo MIL desculpas. Quando eu criei esse blog a minha intenção era fazer como faço no Skoob ou no Instagram, responder as mensagens logo pela manhã e depois no final do dia. Porém hoje foi aquele dia PUNK em que tudo acontece ao mesmo tempo, junto e misturado, no seu dia...
Hoje não respondi nenhuma mensagem e estou com várias em atraso no IG, que irei ler com todo o carinho daqui a pouco, pois agora vou falar de um assunto mega importante: MINHAS COMPRAS DE AGOSTO NO SUBMARINO ♥

Alguns livros dessa foto foram postados porque eu realmente estava louca para possuir essa história. Outras foram compradas porque a promoção estava praticamente imperdível HAUHAU. Mas por enquanto tenho gostado de todas as compras. Em breve mais resenhas sobre eles no blog =)

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

RAZÕES PARA AMAR A TRILOGIA LEGEND - MARIE LU


Não é segredo pra ninguém que eu AMO distopia, AMO, AMO, AMO E AMO MUITO. Porém o mercado literário já esta ficando abarrotado desses livros que muitas vezes no decepcionam no final (às vezes já decepciona no começo mesmo haha). Quando fui ler essa trilogia, já fui sem esperar nada em troca e quase morri asfixiada por não conseguir respirar enquanto lia (não, eu não sou dramática haha). 


"Legend" é uma trilogia que veio para ficar e que vem de pouco em pouco conquistando cada vez mais fãs. Então resolvi listar a baixo algumas razões que me fazem AMAR essa trilogia distópica:


1) OS PERSONAGENS: é impossível não se sentir envolvido pela inteligência, maturidade, força e cumplicidade dos protagonistas da trilogia, Day e June chegaram para arrebatar nossos corações e o melhor, eles conseguiram!


2) A SEQUÊNCIA: trilogias decepcionam muitas vezes os leitores, pois começam com tudo e vão diminuindo com suas sequências, porém não é o caso dessa! Marie Lu foi melhorando com cada publicação e deixa a cereja do bolo para o terceiro livro "Champion" que é simplesmente de tirar o fôlego, cortar os pulsos, usem a expressão que quiserem!


3) SEU ENSINAMENTO: o que mais me conquistou nessa distopia, foi que a li em uma época em que estava muito revoltada com a política do Brasil (quem nunca?) e esses livros vieram me mostrar que não importa quão corrupto ou tão enganador seja um governo esse é o meu país, minha pátria, e eu não posso deixar de acreditar nele ou de fazer a minha parte, sejam por pequenos ou grandes gestos, sempre tenho que defender e lutar pela minha nação!


4) O ROMANCE: Day e June não formam o casal mais romântico de todos os tempos, não. Mas possuem um dos relacionamentos mais verdadeiros que já pude ler.

5) BELEZA: e essas capas lindas? E essas páginas todas trabalhadas na beleza? Todas as páginas são trabalhadas e dão um efeito de guerra nas páginas, vale comentar também que a numeração das páginas também vem de forma diferente. São pequenos detalhes? SIM, mas que fazem muita diferença para o leitor.


Sim, quando eu digo que a amo, é porque eu realmente AMO. Ponto para a Marie Lu e para a Editora Rocco que mais uma vez publicou ótimos livros!

ENLOUQUECENDO COM ESSA BELEZA!""


"So after, when he whispers, 'You love me. Real or not real?'. I tell him, 'Real'."

Meu amor por essa trilogia vem desde 2011 quando conheci "Jogos Vorazes" e desde então, são os meus livros preferidos. Eis que surge essa edição MARAVILINDA da trilogia, porém apenas em Inglês :/

Esperei, esperei, esperei, esperei e esperei, acreditando que a Editora Rocco fosse publicar algo semelhante, alguma edição de luxo da distopia de Suzanne Collins, já que em breve teremos a (tão esperada) conclusão da trilogia, mas minha espera foi em vão, então resolvi comprar eles inglês mesmo.

AGORA A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: Carol, você sabe algo em inglês?

Não, eu não sei, mas isso é irrelevante quando estamos falando das capas mais lindas que seus livros preferidos já tiveram, não é mesmo? AUAHUAHHA

Mas eu já tenho uma ótima ideia, em outubro irei ler o livro em inglês como o auxílio dos meus queridos e velhinhos livros em português e assim, além de ter essa beleza pura na minha estante ainda irei aprender um pouco da língua dos States AHAUHAU

Obrigada "The hunger games" por ter essa história tão sólida e impressionante e ainda me ensinar novos idiomas <3

[RESENHA] PROIBIDO - TABITHA SUZUMA



ISBN-13: 9788565859363
ISBN-10: 8565859363
Ano: 2014 / Páginas: 304
Idioma: português 
Editora: Valentina


"Como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?"

SINOPSE


Ela é doce, sensível e extremamente sofrida: tem dezesseis anos, mas a maturidade de uma mulher marcada pelas provações e privações da pobreza, o pulso forte e a têmpera de quem cria os irmãos menores como filhos há anos, e só uma pessoa conhece a mágoa e a abnegação que se escondem por trás de seus tristes olhos azuis.
Ele é brilhante, generoso e altamente responsável: tem dezessete anos, mas a fibra e o senso de dever de um pai de família, lutando contra tudo e contra todos para mantê-la unida, e só uma pessoa conhece a grandeza e a força de caráter que se escondem por trás daqueles intensos olhos verdes.
Eles são irmão e irmã.
Com extrema sutileza psicológica e sensibilidade poética, cenas de inesquecível beleza visual e diálogos de porte dramatúrgico, Suzuma tece uma tapeçaria visceralmente humana, fazendo pouco a pouco aflorar dos fios simples do quotidiano um assombroso mito eterno em toda a sua riqueza, mistério e profundidade.



RESENHA

"Proibido - Tabitha Suzuma" é um livro polêmico (e põe polêmico nisso) que retrata a história de Maya e Lochan, dois jovens que sempre foram cúmplices, companheiros, se entendiam só com o olhar, sinceros um com o outro e melhores amigos, então percebem que isso sempre foi amor, que essa admiração que sentiam um pelo outro, sempre foi amor. O único problema é que eles são irmãos!

Juntos cuidam de seus irmãos menores, administram a casa e tentam esconder o abandono dos pais (um pai que foi morar em outro país com a nova esposa e nunca mais voltou e uma mãe alcoólatra que se preocupa mais com seus namorados do que com seus filhos). A maior preocupação de Lochie e Maya é que o Serviço Social descubra o que verdadeiramente acontece na casa: que na verdade os pais são eles, que na verdade quem se desdobra para educar, alimentar, cuidar e brincar com as crianças são eles.

Quando os dois descobrem o amor e atração que sentem um pelo outro eles lutam (e muito) contra o que sentem, mas chega uma hora que é impossível, que a dor da distância é muito maior do que ódio que sentem por si próprio, eles realmente não queriam que isso tivesse acontecido e aí vem a pergunta: como uma coisa tão errada pode parecer tão certa?

Tabitha Suzuma nos trás uma história tão complexa de forma simples, leve e doce, sem o menor indício de vulgaridade, apenas amor e é IMPOSSÍVEL não torcer pelos dois, é impossível não querer que eles fiquem juntos. Os dois, mesmo que ainda novos, já passaram por tanta coisa na vida que fica óbvio que o que sentem um pelo outro não é uma coisa leviana ou passageira. É amor, um amor sincero e ingênuo, juntos eles são mais fortes, juntos eles vão mais longe.

O final do livro é uma coisa linda, triste, tocante, emocionante, sei lá, não tenho palavras para definir. Eu AMO livros com finais tristes, AMO autores corajosos, mas acho que não estava pronta para o final de "Proibido", não eu não estava e ainda não me recuperei. Esse vai ser aquele livro que sempre vou guardar com carinho, que sempre vou indicar, que sempre vou querer reler e isso não faz com que eu seja a favor de incesto, por que eu não sou, mas a relação de Maya e Lochan é muito maior do que isso!

[RESENHA] NÃO SE ILUDA, NÃO - ISABELA FREITAS



"Diz que não acredita no amor para ver se o amor acredita nela"


ISBN-13: 9788580577686
ISBN-10: 8580577683
Ano: 2015 / Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Intrínseca



SINOPSE

Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como 'A Garota em Preto e Branco'. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de 'Não se apega, não'. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.


RESENHA

Vamos lá, resenha quentinha da leitura que terminei nessa madrugada. Postei hoje uma resenha que já fiz há muito tempo no Skoob do "Não se apega, não" meio que para seguir uma ordem cronológica dos fatos mentais, de acordo com o meu TOC para ordens cronológicas haha

Não posso dizer que me decepcionei com esse livro, já que não esperava nada diferente do que foi mesmo. É uma leitura leve e engraçada, sim. Porém em alguns momentos massantes, repetitivos, imaturos e posso dizer também que não foram sinceros. Mas tenho que pesar minhas palavras, pois muitas coisas mudaram desde que fiz minha última resenha:

* A fama da Isabela Freitas: quando fiz minha primeira resenha a autora havia acabado de lançar seu primeiro livro. Atualmente ela tem um blog mega badalado e já vendeu muitos, mas muitos exemplares MESMO de livros e agora parece que existe uma nova regra, a regra do NÃO PODEMOS FALAR MAL DA BEBELA ELA É A DIVA DO BRASIL TODO. Gente, dá uma segurada aí

Agora vou dar a minha humilde, mas sincera opinião sobre a seguinte leitura:

1) Imaturidade: trata-se de uma leitura imatura de uma personagem que se contradiz O TEMPO TODO, sério é cansativo. Em diversos momentos do livro, pensei "Quantos anos ela tem mesmo?".

2) Não se iludir, oi?: Isabela vem nos ensinar a não nos iludir, ok. Mas quem ilude o tempo todo naquela história é ela. E o pior, ela ilude a si mesma e depois termina os capítulos querendo nos dar uma "lição de moral" com aquelas frases super legais para postar no face, insta, twitter, whatever etc, os famosos quotes.

3) Falta sinceridade: a narrativa dela é composta pelas reviravoltas da sua vida, mas falta sinceridade e nem é com o leitor, é com ela mesma. Ela precisa assumir o que sente para si mesma e cara, ISSO É MUITO MAIS DIFÍCIL, MAS DIFÍCIL ATÉ DO QUE ESCREVER UM LIVRO.

Mas também acho que algumas coisas foram legais nesse livro, por exemplo, nessa ela finalmente aparece como uma pessoa DESAPEGADA, aleluia irmão. Sem contar que continua sendo aquela leitura leve e descontraída, digna de Isabela Freitas. A capa continua maravilhosa (ponto pra Intrínseca) e as páginas estão mais bonitas ainda (isso é possível? Ponto pra Intrínseca de novo)

As Bebeletes que me desculpem, mas dei apenas três estrelinhas, mas olha, tá ótimo e deu pra arrancar diversas risadas da minha pessoa durante a madrugada hauah

[RESENHA] NÃO SE APEGA, NÃO - ISABELA FREITAS


"Desapego não é desamor"

ISBN-13: 9788580575330
ISBN-10: 8580575338
Ano: 2014 / Páginas: 256
Idioma: português 
Editora: Intrínseca


SINOPSE


Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos.

Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar um namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal PER-FEI-TO! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos.

Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, das tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado.

Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.


RESENHA

É engraçado ler livros que tentam nos ensinar coisas que já deveriam estar dentro de nós, sentimentos que todos deveriam ter, autoestima para seguir em frente sem preocupações (claro, a preocupação sendo apenas e exclusivamente com a sua linda pessoinha)...

É essa sensação que este livro me deu: uma missão quase impossível, pois a maioria das pessoas não tem isso dentro de si (me incluo nessa maioria).

Acho que esse livro recebeu muitas críticas negativas por alguns motivos:

1) Por se tratar de uma autora brasileira: é triste, mas ainda existe gente assim.

2) Alta expectativa: pessoal, acorda. Não é livro que vai cair no ENEM 2015, não. É livro adolescente, leve, descontraído e engraçado. Não leiam esperando que ela seja o novo Machado de Assis e a culpa nem é da Isabela Freitas, a culpa é de quem não percebe logo no prólogo isso!

A história da vida-de-conto-de-fadas-da-Isabela é bobinha e engraçada e em diversos momentos nos pegamos rindo das bobagens que a personagem comete. Acho que falta desapego na autora, que ela fala de coisas e missões que a própria não faz. Porém, me digam, quem tem esse desapego? HAHA (ainda estou procurando e se alguém achar, me avisem, quero dar um prêmio)

O melhor do livro, sem sombra de dúvidas é o Pedro. Cara, o que falar? Como não tenho um melhor amigo lindo, galinha e tentador desse jeito? (Estão vendo? Eu já estava perdida HAHA)

Gostei do livro, gostei da narrativa também. Dei três estrelinhas no Skoob porque não esperava que fosse mais do que isso mesmo haha (a capa é linda e as páginas também, ponto pra Intrínseca que sempre faz livros lindos, pelo amor)