terça-feira, 26 de janeiro de 2016

[RESENHA] SONHOS COM DEUSES E MONSTROS - LAINI TAYLOR


ISBN-13: 9788580576375
ISBN-10: 8580576377
Ano: 2015 / Páginas: 560
Idioma: português 
Editora: Intrínseca


"Era uma vez,
um Anjo e um Demônio que levaram a mão ao coração
e deram início ao apocalipse."


SINOPSE


Dois mundos se equilibram na iminência de uma terrível guerra. Na Terra, os humanos recebem com êxtase os anjos e seu imperador, que pretendem angariar armas para um combate maligno. Jael nem desconfia de que, em Eretz, quimeras e Ilegítimos ensaiam unir forças na tentativa de alcançar a paz.

Karou assumiu o controle da rebelião quimera e, ao menos na batalha contra o inimigo em comum, está, finalmente, ao lado de Akiva. É uma versão distorcida do tão antigo sonho dos dois, uma esperança de futuro para seus povos. E, talvez, para o amor que eles sentem renascer.

RESENHA

No primeiro livro somos apresentados ao mundo quimera e aos anjos, a Karou e seus cabelos azuis e a Akiva e seu ódio, (vejam a resenha desse livro AQUI) e com aquele final desesperador. Fiquei completamente apaixonada pelo segundo livro e pela promessa de vingança da nossa deusa quimera, por todas as reviravoltas do livro, apaixonada por Ziri Sorturdo, (leiam a resenha dele AQUI) então era ÓBVIO que estava super ansiosa para ler o encerramento dessa fantasia.

O último livro da trilogia "Feita de fumaça e osso" chegou no começo de 2015 às livrarias e chegou com tudo. Temos um desfecho eletrizante do início ao fim. Em alguns momentos acontecem algumas coisas um pouco clichê, mas o clichê faz bem à alma. Sempre fez.

Karou e Akiva se unem para derrubar o líder dos Serafins. Karou e o Lobo Branco lideram os quimeras, Ziri traz bondade ao corpo que carrega tanto sangue nas mãos; enquanto Akiva e Liraz lideram os anjos.

Acho impossível não se apaixonar por Ziri, impossível não torcer por Liraz, apesar de ter aquele começo difícil de engolir, a mudança que ela foi tendo ao longo da trilogia é emocionante. Também gosto muito de Zuze e Mik, eles são extremamente carismáticos. Sou meio rancorosa quando se trata de literatura e acho que por esse motivo nunca consegui me apaixonar completamente por Akiva hahaha, por outro lado, sou completamente apaixonada por Ziri Sortudo e ao ato de abnegação que teve no final do segundo livro.

O crescimento dos personagens é notável e a escrita de Taylor nos mostra como todos os personagens possuem importância em sua história. Outra coisa que adoro na escrita dela é aquele suspense, que só é revelado ao final do livro.

A capa do livro é linda e, mais uma vez, a Editora Intrínseca caprichou na diagramação. 

Confesso que eu gostei MUITO do livro, mas não foi o meu preferido da trilogia. Ele é MUITO bom, mas AMEI o segundo "Dias de sangue e estrelas". Indico a fantasia, ainda mais para quem quer se aventuras em dois mundos tão distintos quanto anjos e demônios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário