quinta-feira, 21 de abril de 2016

[RESENHA] SEMPRE TEREMOS O VERÃO - JENNY HAN

(Leia a resenha do primeiro da trilogia "O verão que mudou minha vida" clicando aqui AQUI e do segundo livro "Sem você não é verão" clicando AQUI )


ISBN-13: 9788501094940
ISBN-10: 8501094943
Ano: 2014 / Páginas: 320
Idioma: português 
Editora: Galera Record



"Não sabia o que o destino nos reservava. Éramos apenas dois adolescentes olhando para o céu numa noite fria de fevereiro. Não, ele não me deu flores nem bombons. Ele me deu a lua e as estrelas. O infinito"


SINOPSE

Belly sempre esteve dividida entre os Fisher. Mas isso parecia ter ficado no passado. Assim como os incríveis dias de verão na casa de praia em Cousins Beach. Conrad, seu primeiro amor, se tornou apenas uma recordação. Agora, era Jeremiah quem ela amava, era com ele que Belly imaginava o futuro. 

Eles resolvem se casar e passar o resto da vida juntos, mesmo que para isso precisem enfrentar as famílias, que desde o início são contra essa decisão. Mas quando Belly retorna à casa de praia e reencontra Conrad, antigos sentimentos vêm à tona. Com o dia do casamento se aproximando, as incertezas só aumentam. Seria possível voltar atrás? Ou melhor, seria o certo a fazer? Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou. 

Neste último volume da série O verão que mudou minha vida, Belly está mais madura e se vê diante de uma importante decisão que mudará sua vida e a dos Fisher para sempre.


RESENHA

O último livro da Trilogia Verão começa 2 anos após o final do livro anterior. Belly e Jeremiah namoram há quase 2 anos, estudam na mesma faculdade e, não se desgrudam.

Sua amizade com Taylor tem um recomeço e está cada vez mais forte novamente e é ela quem dá a maior força quando Belly descobre um grande erro cometido por Jeremiah no relacionamento deles.
Ela o perdoa, eles reatam e resolvem se casar.

Sim, se casar! Nesse verão! Em poucos meses!  

Sim, ela o perdoa, pois ele não foi o único a mentir durante o namoro, talvez ela nunca tenha esquecido o seu primeiro amor. Isso não quer dizer que ela não ame Jeremiah. Ela o ama, e muito! Porém talvez nunca seja capaz de arrancar Conrad do seu coração. Por mais que tente, e muito! É como se ele se recusasse a sair de lá.

O casamento dividiu muitas opiniões na família: uns apoiam e outros odeiam, afinal ambos são muitos novos, Jeremiah não trabalha, eles não terminaram a faculdade etc etc etc. Porém o casal continua firme na decisão de se casar.

A festa será na casa de praia e isso com certeza irá emocionar os poucos convidados, mas também pode trazer velhas lembranças e até mudar o curso dos acontecimentos.

Nesse livro somos apresentados ao amadurecimentos notável de Belly e a uma infantilidade sem tamanho de Jeremiah. Não entendo o motivo da mudança no personagem, que era um dos meus preferidos na trilogia, mas entendo que a perda da mãe e o fato de ser sempre a segunda opção do pai pode ter mudado completamente toda a vida de Jere.

Em "Sempre teremos o verão" continuamos tendo os capítulos no passado e no presente e também temos capítulos de Conrad dessa vez, nos mostrando que ele amadureceu e mudou muito.

Admiro a coragem de Jenny Han para fazer um triângulo amoroso onde os dois pretendentes são irmãos. Deve ser muito difícil no momento de escrita, pois se eu já achei difícil escolher pra quem ia torcer, imagina então escolher com quem Belly irá ficar no final da história haha

Eu, sinceramente, torcia para os dois irmãos. Teve momentos que amei e odiei ambos, mas no fim sempre relavava seus deslizes, então posso dizer que gostei do escolhido para terminar com Belly e também adorei o amadurecimento da garota, a forma que o livro mostra a autoestima não como algo fútil, mas algo importante pra todas as pessoas e todas as lições sobre perdas que o livro nos traz. Jenny Han escreve daquela forma que acabamos em alguns momentos pensando que o livro é real, que é história dos nossos vizinhos e eu, mais uma vez, devo dizer, estou a cada dia mais apaixonada pela autora!


Nota dada no Skoob: ⭐⭐⭐⭐⭐ (5/5)

"Meus dois grandes amores. Acho que sempre soube que me tornaria Belly Fisher uma dia. Só não fazia ideia de que seria dessa forma."

Nenhum comentário:

Postar um comentário