segunda-feira, 18 de julho de 2016

[RESENHA] A LISTA NEGRA - JENNIFER BROWN


ISBN-13: 9788565383110
ISBN-10: 8565383113
Ano: 2012 / Páginas: 272
Idioma: português 
Editora: Gutenberg


A lista foi ideia minha.
Não queria que ninguém morresse.
Não queria ser uma heroína.
Será que, algum dia, você vai me perdoar?



SINOPSE

E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas. A lista negra, de Jennifer Brown, é um romance instigante, que toca o leitor; leitura obrigatória, profunda e comovente. Um livro sobre bullying praticado dentro das escolas que provoca reflexões sobre as atitudes, responsabilidades e, principalmente, sobre o comportamento humano. Enfim, uma bela história sobre auto-conhecimento e o perdão.



RESENHA


Sabe quando você diz "que raiva daquela pessoa, queria que ela morresse"? 

Então era nisso que Valerie pensava o tempo todo, pois sofria bullying constantemente e resolveu escrever em um caderninho o nome dessas pessoas e também de alguns professores, das lições de casa de álgebra etc. Chamou esse caderninho de "A lista negra".

Ao lado de seu namorado Nick, essa lista só vai aumentando, assim como o sentimento e admiração que ela sente pelo rapaz. Até que de repente, em um dia comum de aula na escola, Nick mata as pessoas dessa lista, mata todos os componentes que vê pela frente, até que é impedido pela própria namorada, que acaba sendo atingida por uma bala e salvando a vida da pessoa que mais a atormentou com o bullying na vida.

Além da recuperação física a garota terá que passar pela recuperação psicológica. Aprender a perdoar e, principalmente, se perdoar. Mas será que as pessoas da cidade, seus pais, seus amigos e todos os estudantes sobreviventes dessa tragédia estarão prontos para entender o que realmente aquela "Lista" significava?

É tão difícil escrever uma resenha sobre esse livro, já estou ensaiando há um bom tempo e agora acho que finalmente estou pronta para isso. Primeiro gostaria de deixar bem claro que "A lista negra" deveria ser uma leitura obrigatória em todas as escolas de Ensino Médio.

Em segundo lugar gostaria de salientar que esse livro é DESTRUIDOR. Todos os sentimentos tratados durante a escrita são tão profundos que é como se estivéssemos sentindo a mesma coisa que os personagens.

Ele nos desperta tristeza, ódio, amor, piedade, ódio de novo e por mais amor, mais amor sempre e mais amor novamente, pois é disso que o mundo precisa e é isso que falta na maioria dos seres humanos: tanto os que praticam bullying como os que provocam essas tragédias.

Esse foi o primeiro livro que li da autora Jennifer Brown e eu já estou loucamente ansiosa para ler outros romances da autora.

"A lista negra" entrou para a lista dos meus livros favoritos e com certeza é um daqueles livros que vocês verão sempre aqui, pois eu quero o mundo leia esse livro, não estou brincando quando digo que ele deveria ser uma leitura obrigatória para todos!

NOTA DADA NO SKOOB: ★+ (5/5)



Um comentário:

  1. Olá, eu li esse livro este ano e adorei também. Ele mexeu um pouco comigo porque até então, eu não havia lido nada que abordasse esse assunto. Muitas pessoas na resenha que eu fiz disseram que nunca leram porque achavam que se tratava de um livro adolescente sabe, meio que não valia a pena ler. Mas ele é totalmente o oposto disso, super recomendo pra todos.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir