quarta-feira, 2 de novembro de 2016

[RESENHA] INFINITO + UM - AMY HARMON


ISBN-13: 9788576864424
ISBN-10: 8576864428
Ano: 2015 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Verus

“Você me faz sentir… coisas malucas. Coisas desesperadas. Coisas impossíveis. Você me faz sentir. E sentir tudo isso às vezes é irresistível. Você às vezes é irresistível.”


SINOPSE

Quando duas pessoas se tornam aliadas improváveis e foras da lei quase sem querer, como podem vencer todos os desafios?

Bonnie Rae Shelby é uma estrela da música. Ela é rica, linda e incrivelmente famosa. E quer morrer.
Finn Clyde é um zé-ninguém. Ele é sensível, brilhante e absurdamente cínico. E tudo o que ele quer é uma chance na vida.
Estranhas circunstâncias juntam o garoto que quer esquecer o passado e a garota que não consegue enfrentar o futuro. Tendo o mundo contra eles, esses dois jovens, tão diferentes um do outro, embarcam numa viagem alucinante que não só vai mudar a vida de ambos, como pode até lhes custar a vida.
Infinito + um é uma história sobre fama e fortuna, sobre privilégios e injustiças, sobre encontrar um amigo por trás da máscara de um estranho — e sobre descobrir o amor nos lugares mais inusitados


RESENHA

Nesse livro conhecemos a cantora country queridinha dos Estados Unidos Bonnie Rae, que após a morte da sua irmã gêmea Minnie, perde a sua metade. Tudo o que ela queria era estar ao lado da irmã na hora da morte, parar com a sua turnê e sofrer a sua perda em paz. Mas esses não são os planos de sua empresária e avó nas horas vagas (mas põe vagas nisso) planeja pra ela.

Cansada de todas as coisas que tem feito a mando de sua avó, Bonnie resolve fugir em seu último dia de turnê, cortar o cabelo, se jogar de uma ponte e, finalmente, conseguir dar o último abraço em sua irmã, o último dos primeiros. Porém quando vai pular da ponte, ela é puxada e salva por Clyde.
Bonnie e Clyde.

Finn Clyde é um gênio em matemática, ex-presidiário e inocente, mas que não ligou por se defender na hora de levar a culpa por um crime que não cometeu, afinal ele havia perdido o seu irmão Fish, o que seria mais importante que isso? Decidido a recomeçar, a ter uma nova vida, ele salva Bonnie da morte, mas não consegue salvar sua vida da loucura que será após o encontro com a pop star, pois a avó de Bonnie não aceitará tão facilmente que a sua "galinha dos ovos de ouro" simplesmente precisou de um tempo para si mesma.

"Eu acredito em Clyde e Bonnie."
E vocês?

Quem nunca tentou fugir de uma dor tão esmagadora quanto a perda da pessoa que mais se ama? Quem nunca precisou tomar as rédeas da própria vida? Quem nunca teve que recomeçar do zero? Essas coisas acontecem com os dois protagonistas da nossa história e ele me tocou de uma forma tão bela. Nesse livro vemos a mudança que uma pessoa pode trazer a vida da outra e como o amor pode ser a âncora de salvação para uma vida vazia e repleta de dor.

"Infinito + um" foi inspirado na história real de Bonnie e Clyde e eles são citados diversas vezes no livro, aliando a realidade a uma escrita perfeita.
Amy Harmon, parabéns! Após esse livro você entrou para a minha lista de autoras mais amadas e eu sinto que você veio para ficar!

"Talvez eu pare de procurar o real, agora que encontrei o infinito."





Nenhum comentário:

Postar um comentário