terça-feira, 31 de janeiro de 2017

[RESENHA] MEU QUERIDO MEIO-IRMÃO - PENELOPE WARD


ISBN: B00O78HOGI
Ano: 2016 / Páginas: 264
Idioma: português
Editora: Pandorga

“- O que parece que estou pensando quando olho pra você? - perguntei.

- Acho que você gosta de mim, por mais que saiba que não deveria. – sorri, concordando em silêncio, enquanto ele continuava. - Sinto como se estivesse constantemente tentando me entender.”



SINOPSE

Não é normal desejarmos alguém que nos atormenta. Quando meu meio-irmão, Elec, se mudou para nossa casa, eu não estava preparada para lidar com um cara tão idiota. Odiei o fato de ele ter descontado sua raiva em mim porque não queria estar aqui. Odiei ele ter trazido garotas da escola para seu quarto. Mas o que mais odiei foi o modo indesejável que meu corpo reagia a ele.
A princípio, pensei que tudo o que ele tinha a seu favor era o corpo musculoso e tatuado e o rosto perfeito. Mas as coisas começaram a mudar entre nós, e tudo teve um desfecho em uma noite inesquecível. No entanto, do mesmo modo que Elec entrou na minha vida, logo voltou para a Califórnia. Passaram-se anos desde a última vez que o vi. Quando a tragédia atingiu nossa família, tive que encará-lo novamente. E, diabos, o adolescente que me deixou louca se tornou o homem que destruiu o resto de sanidade que havia em mim. Senti que meu coração estava prestes a ser partido. De novo.


RESENHA

Greta agora tem um meio-irmão morando em sua casa, Elec, filho de seu padrasto, mas a adolescente não esperava que ele fosse tão idiota/babaca/grosseiro/sexy. Com o tempo e com a vontade incontrolável de conhecê-lo, mesmo quando ele a trata tão mal, ela acaba descobrindo que na verdade essa é apenas a máscara que ele usa para disfarçar a sua verdadeira dor e fica impossível não desejar mais ainda esse meio irmão badboy/traumatizado.

Conforme a amizade entre eles vai crescendo, o amor vai aumentando numa velocidade ainda maior, mas logo que Elec entra de vez no coração de Greta, ele parte para a Califórnia, deixando sua meia-irmã em pedaços. Após anos de nenhum contato uma tragedia na família faz com que Elec volte a vida de Greta, acompanhado de uma namorada, deixando o coração da garota na mão. Será que o seu meio-irmão vai deixá-la, novamente, destroçada?

Ao olhar a capa de "Meu querido meio-irmão" você pensa que se trata de mais um clichê com safadeza e muita baguete na padaria literária da vida, não é mesmo? Mas não, a frase "NÃO JULGUE UM LIVRO PELA CAPA" nunca foi tão verdadeira.

O livro de Penelope Ward, que você começa achando que será só mais um hot em sua vida, vai se mostrando uma história linda, com muitos pontos sensíveis e com um desfecho que eu realmente não esperava.

Terminei o livro completamente apaixonada por Elec, pela escrita de Penelope e pelo rumo que a história levou. Tirei meia estrelinha por essa capa, pois como vocês sabem, não aguento esse negócio de capa que não tem nada a ver com a história e nessa tem cenas hots sim (e ótimas), mas são poucas perto da beleza que essa leitura traz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário