terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

[LIVRO X FILME] CINQUENTA TONS, SR. GREY E TUDO O QUE ROLOU NA ESTREIA DA ADAPTAÇÃO DE E. L. JAMES



Oi, gente!

No dia 09 de Fevereiro estreou nos cinemas a adaptação cinematográfica do livro "Cinquenta tons mais escuros" e aqui vou falar tudo o que achei do filme.

A evolução que teve do primeiro filme para esse chega a ser gritante, quem não gostou do que viu nos cinemas em "Cinquenta tons de cinza" com certeza vai encontrar algo que lhe agrade no segundo filme.


Pontos negativos: algumas mudanças desnecessárias e que mudaram um pouco o enredo da história, mas nada que tirasse o sentido original da cena; ao meu ver as cenas de brigas e tensão estavam sem a intensidade que vemos no livro, principalmente no épico confronto de Ana e Mr. Robinson que achei bem morno; e alguns diálogos viajados do tipo " - Christian, não posso largar meu emprego, preciso viajar para essa feira literária, você sabe o quanto eu amo meu trabalho. - E se eu te der uma chave do meu apartamento e você vir morar comigo?" Oi?! haha

Pontos positivos: como já disse antes, o filme está bem melhor do que o primeiro e Jamir Dornan já um ponto mais que positivo à parte, não é mesmo?! Não sei explicar como, mas ele está ainda mais lindo nesse filme, vale a pena conferir haha; a trilha sonora desse filme conquistou completamente meu coração, Taylor Swift e Zayn que me viciaram antes da estréia com "I don't wanna live forever" e quando assistia o filme fiquei enfeitiçada por "Helium" da Sia.


Se gostei do que vi? MUITO!
Se veria no cinema de novo? SIM, ME JULGUEM, PORQUE AINDA VOU COMPRAR COMBO DE PIPOCA!
E fiquem até o final MESMO porque tem cena pós-créditos, meus queridos!

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

[RESENHA] SOPPY - PHILIPPA RICE




SINOPSE

Soppy os pequenos detalhes do amor, de Philippa Rice, é uma reunião de bem-humoradas tirinhas criadas a partir de momentos da vida real da designer britânica com seu namorado. Bastante popular na web, com mais de meio milhão de postagens no Tumblr, Soppy conquistou as redes sociais com declarações de amor escondidas nos detalhes do cotidiano de um relacionamento, como dividir uma xícara de chá, a leitura de um livro ou comentários irônicos à frente da TV numa tarde chuvosa. As charmosas ilustrações capturam com delicadeza a experiência universal de dividir uma vida a dois, e celebram a beleza de encontrar o amor em todo lugar. Soppy chega às prateleiras pelo Fábrica231, o selo de entretenimento da Rocco, a tempo de se tornar uma ótima opção de presente para o Dia dos Namorados. 


RESENHA

Liga o fofurometro pra essa resenha pequena e simples, mas que irá mostrar todo o amor que senti ao ler o livro "Soppy", um livro que parece "bobinho", mas que toca com coisas simples do nosso dia-a-dia lá no fundo de nossos corações.


Duas pessoas, um relacionamento, duas vidas e as inúmeras formas de se dizer "eu te amo" nas pequenas coisas de nossa rotina.


Um livro ilustrado, uma leitura super rápida pela quantidade de páginas e pela sensibilidade que tem. "Soppy" conquistou um lugar especial na minha estante e transformou meu coração em amorzinho nos tons vermelho e preto ❤


quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

[RESENHA] ONDE O AMOR ESTÁ - LUCIANA GRITTI



ISBN-13: 9788567855462
ISBN-10: 8567855462
Ano: 2016 / Páginas: 160
Idioma: português
Editora: Anubis

"Por isso corria. Corria todos os dias onde estivesse. Corria dele mesmo, de seus pensamentos, de suas falsas verdades. Porém sabia que não poderia correr para sempre."


SINOPSE

O último ano de Mauro estava sendo repleto de mudanças. Sair da casa dos pais foi uma delas, mas não a mais difícil... Adaptar-se a conviver com a solidão era bastante perturbador. Nas primeiras semanas soube que a solidão estava dentro dele há anos, talvez desde a adolescência. Muitos amigos e morar com os pais só abafavam os gritos que estavam lá. Por isso corria. Corriam todos os dias onde estivesse. Corria dele mesmo, de seus pensamentos, de suas falsas verdades. Porém sabia que não poderia correr para sempre. Um vazio se instalou dentro dele. Era um buraco infinito. Esse vazio precisava ser preenchido e sabia disso. Porém, nunca se permitiria tomar essa atitude. Seu mundo estava em ruínas. Mauro um publicitário bem-sucedido que têm seu mundo abalado quando conhece Júlio, um violoncelista jovem e talentoso. Um romance delicado e profundo que vai nos fazer repensar sobre nossas escolhas para a felicidade.


RESENHA

Mauro vive para o trabalho, apenas para isso mesmo, com apenas uma amiga, distante da família e sem um amor para chamar de seu, se concentra apenas em sua empresa e com ela espanta todos os seus maiores medos e fantasmas. A cada dia que passa o vazio interior que sente só aumenta e ele se vê perdendo as rédeas dos seus sentimentos, dos seus segredos e da sua dor.

Um dos clientes de sua agência publicitária irá fazer um grande trabalho em Nova York, então Mauro e sua equipe vão junto com Julio, um talentoso violoncelista, para os States afim de realizar um projeto magnífico. Em um dia qualquer de trabalho é convidado por Julio para ir a um barzinho e lá ele sente uma conexão inexplicável com o músico, eles se beijam e, obviamente, Mauro foge, pois ele sabe qual é a sua opção sexual, mas tenta esconder de todos e assim, mente para si mesmo. Porém após esse beijo toda a realidade vem o assombrar, logo ele o maior preconceituoso de si mesmo que existe, logo ele que tentou fugir de seus sentimentos o tempo, logo ele que nunca encarou seus fantasmas e segredos do passado e assim como os seus segredos, também resolve deixar tudo o que aconteceu em NYC no passado.

Como fugir do que você é? Como se esconder de si mesmo? Qual será a reação de Julio ao saber que Mauro não está pronto para se assumir? Existe felicidade quando se abre mão do amor?

Em "Onde o amor está" vemos um amor na sua forma mais pura e todos os temores que temos ao entrar em uma relação, ainda mais quando você mesmo foge do que você é, vemos o preconceito e o medo do que os outros vão pensar nos assombrando, vemos que muitas vezes o preconceito das pessoas com os relacionamentos homoafetivos paralisa quem passa por isso.

O livro me emocionou e tocou bem lá no fundo do meu coração, a escrita de Luciana Gritti mostra a realidade dos sentimentos dos personagens e nos faz senti-los também. Tirei uma estrela do livro apenas porque os parágrafos de um mesmo capítulo começam em 1° pessoa, depois vai pra 3°, depois volta pra 1° pessoa e isso no começo me confundiu e me desagradou durante a leitura, mas com certeza não apagou o que senti ao ler a história de Mauro, Julio e ver que o amor sempre deve somar e quebrar as barreiras, principalmente as do preconceito.

"Onde eu era certo. Onde eu estava completo. Onde meu sorriso era franco. Onde o amor somava."

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

[RESENHA] O CORAÇÃO DO LEÃO - MIA SHERIDAN


ISBN-13: 9788580414691
ISBN-10: 8580414695
Ano: 2015 / Páginas: 208
Idioma: português
Editora: Arqueiro


"E quando ele ri, juro que uma parte da minha alma - aquela que guarda segredos até de mim mesma - tenta ir na direção dele, como se a felicidade desse homem fosse um imã invisível para o meu coração."



SINOPSE

Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Esta história se baseia na mitologia de Leão e fala sobre as surpresas que a vida nos reserva.

Evie e Leo se conheceram ainda crianças, em um lar adotivo, e logo se tornaram grandes amigos. Com o tempo, a amizade se transformou em uma paixão avassaladora, e eles juraram ficar juntos para sempre.

Quando Leo foi inesperadamente adotado na adolescência e teve que se mudar para outra cidade, prometeu a Evie que entraria em contato com ela assim que chegasse lá e que voltaria para buscá-la quando ela fizesse 18 anos. Mas ele nunca mais deu notícias.

Oito anos depois, apesar das circunstâncias, Evie conseguiu dar a volta por cima. Tem um emprego, amigos e está feliz. Então, de repente, um homem chamado Jake Madsen surge em sua vida, alegando ter sido enviado por Leo para saber como ela está.

Evie não consegue evitar a atração que sente por esse homem sensual e misterioso. Mas será que ela pode confiar em um estranho? Ou será que ele está guardando um segredo sobre sua real ligação com Leo e os motivos que o levaram a sumir de sua vida anos atrás?


RESENHA

Evie sente seu mundo desmoronar quando aos 14 anos seu melhor amigo, Leo, é adotado por uma família que o leva para San Diego, porém ele promete: mandar uma correspondência assim que chegar, passar o novo telefone, manter o contato e ir buscá-la no orfanato quando ela fizer 18 anos. A amizade dos dois foi construída em cima da dor do abandono e das dificuldades que passaram juntos, uma amizade tão protetora que virou amor, um amor tão puro que parecia que a distância não iria destruir, por isso Leo faz essa promessa... Mas não a cumpre.

Oito anos depois Evie trabalha de camareira em um hotel e faz bicos em um buffet, mas é feliz com a sua vida, com as coisas que conquistou e com a calmaria que a sua vida atingiu aos 22 anos, até que começa a ser perseguida. 

Após abordar seu perseguidor, Evie descobre que ele se chama Jake Madsen e que foi mandado por Leo para saber com a amiga da adolescência estava. Evie não consegue evitar a atração que sente por ele (QUEM CONSEGUIRIA?), será que essa nova atração vai ser capaz de apagar aquele amor de tantos anos atras? E o principal: será que ela pode confiar em um estranho?

Nesse livro da Mia Sheridan vemos a história de um amor forte, intenso e que perpetua mesmo com as desencontros da vida e diferenças sociais. Vemos aquele primeiro amor e primeira decepção amorosa que parece que nunca vai passar e também uma pessoa que se permite uma segunda chance, que se permite tentar de novo.

O livro "O coração do leão" é o segundo livro da série "Os signos do amor", mas fiquem em paz que são livros independentes e não tem spoiler aqui. Eu amei o primeiro livro "A voz do arqueiro" e gostei muito desse também, mas o achei previsível e em alguns momentos acho que alguns diálogos poderiam ter sido mais elaborados. Porém a escrita da Mia é, novamente, cativante e Jake é apaixonante, como faz pra conseguir um perseguidor desses? haha

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

[LIDOS NO MÊS] JANEIRO E SUAS LINDAS LEITURAS!


Oi, gente!
Em janeiro li 17 livros e estou muito feliz, pois entre eles têm 4 ebooks, um grande desafio para mim.
Vou colocar as leituras em ordem de amor, menos os que têm continuação:

• Garota Desaparecida (2,5): como já disse minha querida @waldirenebandeira, poderia ter continuado desaparecida;

• Um dia de cada vez (3,5): me emocionei com a história, mas senti que faltou algo para ser inesquecível;

• Codinome Lady V (4E-BOOK: poderia ser só mais um clichê, mas está longe disso;

• O ar que ele respira (4): um pouco previsível, porém uma linda história de superação da própria dor;

• A verdade sobre nós (4): que surpresa enorme tive com esse livro! Uma ótima análise psicológica!;

• Meu querido meio-irmão (
4,5 ): não é só mais um hot, é um romance lindo injustiçado pela capa;

• Meu querido vizinho (4) EBOOK: um drama lindo, porém a capa é ainda pior que a do primeiro e não gostei de um dos acontecimentos da história;

• Perdida (5):  Finalmente conheci Sofia e me apaixonei por Ian, ri muito e também chorei com Carina Rissi;

• Encontrada (4) adorei, assim como o primeiro, mas a Sofia me irritou um pouco (ou muito) nesse;

• Nove Regras a Ignorar antes de se apaixonar (5🌟)  Sarah MacLean feminista e um romance de época arrebatador;

• Dez formas de fazer um coração se derreter (4,5)  uma continuação igualmente boa e eu apaixonada em mais um St. John;

• Onze leis a cumprir na hora de seduzir (5)
 EBOOK: fechando a série da melhor forma possível, Juliana é uma das melhores e mais decididas mocinhas dos romances de época que já li;



Os livros mais amorinhos do mês foram:

• Sete minutos depois da meia noite (5🌟): Não é só uma fantasia, é um drama lindo que mexeu com meu coração;

• Simon vs a agenda homo sapiens (5🌟): a melhor forma de combater o preconceito: com um livro lindo e personagens que marcaram meu coração;

• Calafrio (5🌟): uma fantasia poética, linda e que mesmo com baixas temperaturas aqueceu meu coração;

• Fogo contra fogo (5🌟) EBOOK: Finalização de uma das trilogias preferidas da vida e eu chorei tudo de novo, como se fosse a primeira vez;



E O MEU LIVRO FAVORITO:

• Dançando sobre cacos de vidro (5🌟):favorito do mês e um dos favoritos da vida! Lição de amor em páginas!

domingo, 5 de fevereiro de 2017

[RESENHA] CALAFRIO - MAGGIE STIEFVATER


ISBN-13: 9788522015276
ISBN-10: 8522015279
Ano: 2015 / Páginas: 344
Idioma: português
Editora: Agir Now

"Seus olhos nos meus olhos. Seu sangue no meu rosto.
Eu estava me despedaçando, por dentro e por fora.
Sua vida.
Minha vida.
[...]
Eu vi. Eu a vi, como jamais havia visto antes."


SINOPSE

O frio. Grace passou anos observando os lobos no bosque próximo à sua casa. Um deles, um belo lobo de olhos amarelos, a observa também. Ele parece familiar, mas ela não sabe por quê.

O calor. Sam vive duas vidas. Como lobo, ele é um companheiro silencioso da garota que ama. E, por um curto período a cada ano, ele é humano, embora nunca tenha coragem suficiente para falar com Grace… até agora.

O calafrio. Para Grace e Sam, o amor sempre foi mantido a distância. Mas, uma vez revelado, não pode ser negado. Sam precisa lutar para continuar humano, e Grace precisa lutar para ficar ao seu lado — mesmo que isso signifique enfrentar os traumas do passado, a fragilidade do presente e as impossibilidades do futuro. 


RESENHA

Há seis anos Grace foi atacada por lobos no bosque ao lado de sua casa, indefesa a garota não conseguia reagir, até que um lobo de olhos amarelos chega e é a única lembrança que restou desse trágico ataque... Os olhos do lobo que a salvou.

Desde então em todo o inverno ela o vê e sente uma obsessão por ele, como se sua vida só fizesse sentindo quando a neve começa a cair e o seu lobo volta para ela, sem imaginar que Sam vive duas vidas: é um humano e também o lobo que cuida de Grace durante o inverno desde que a conheceu há seis anos. Ela vê em seu lobo um amor que não consegue sentir pelas pessoas de sua vida e ele vê nela tudo o que gostaria de ter se sua vida fosse normal.

Até que um novo ataque em Mercy Falls coloca os lobos em perigo e Grace se desespera por seu lobo de olhos amarelos, enquanto Sam teme por seu presente, por seu lado humano e, principalmente, por seu futuro. 

Uma fantasia poética!
É o que melhor posso usar para definir "Calafrio" e vejo que esse lado pode ter sido negativo à alguns leitores, mas foi o que mais me fez amar a leitura e o romance cheio de obstáculos entre Sam e Grace, o grande conflito dos personagens é interno e com o futuro, não precisando de um grande vilão para a história acontecer. Maggie Stefvater escreve de um jeito tão real que te faz 
imaginar que mesmo sendo uma fantasia com seres místicos poderia estar acontecendo com você caso morasse em um local frio e com um bosque ao lado de sua casa, tudo é simples e verdadeiro.

Foi um livro que me fez conhecer o lado bom e ruim das pessoas, que me fez torcer pelos personagens secundários e me apaixonar pelo romance. Me fez suspirar, me poetizou e me fez chorar ao final. Estou muito ansiosa para continuar com essa série e também ler mais livros da autora.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

[RESENHA] PERDIDA - CARINA RISSI



ISBN-13: 9788576862444
ISBN-10: 8576862441
Ano: 2013 / Páginas: 364
Idioma: português
Editora: Verus

"Não me importei com mais nada. Não me importei com o amanhã. 

Com o que iria acontecer depois. Nada mais importava apenas o agora.
Apenas Ian."



SINOPSE

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com a modernidade e as facilidades que ela traz. Ela é independente e tem pavor à mera menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são aqueles que os livros proporcionam. Após comprar um celular novo, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século dezenove, sem ter ideia de como voltar para casa ou se isso sequer é possível. Enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de retornar ao tempo presente, ela é acolhida pela família Clarke. Com a ajuda do prestativo e lindo Ian Clarke, Sofia embarca numa busca frenética e acaba encontrando pistas que talvez possam ajudá-la a resolver esse mistério e voltar para sua tão amada vida moderna. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos... 

RESENHA

Sofia vive para o trabalho e é escrava das tecnologias que nos são oferecidas, tem uns encontros amorosos, mas nunca se envolve de verdade com eles, nunca se apaixona. Em um certo encontro com a amiga, Nina, a garota acaba bebendo demais e acaba derrubando seu celular na privada (Sofia, já passei por isso e sei como é horrível perder todas os contatos, informações etc, tamo junto!).

Após comprar um novo celular a garota fica completamente perdida. Aonde está? Será que estava tão bêbada que não se lembra ou se perdeu? O que são essas roupas que estão usando? Mas na verdade o novo celular de Sofia a transportou ao passado, no século XIX, e não veio acompanhado de nenhuma passagem de volta. 

Sofia precisa desesperadamente descobrir como voltar a sua vida normal, mas enquanto tenta se encontrar acaba se perdendo em algo que sempre achou mais complicado do que qualquer viagem do tempo: o amor.

Em "Perdida" vemos uma narrativa, leve e descontraída, um chick-lit bem humorado, com uma escrita tão envolvente, personagens bem construídos que me fizeram chorar e um toque de sensualidade que me fez suspirar (e muito!). Fui do riso aos suspiros e depois às lágrimas, depois de volta aos risos e depois novamente às lagrimas... Uma montanha russa de sentimentos.

Não conhecia nada da Carina Rissi, mas hoje entendo todos os elogios que vejo sobre ela, sobre Ian e sua escrita. Após ler o livro só pensava no próximo romance da autora que iria ler e ao me deparar com aquela nota da autora linda ao final, fiquei ainda mais apaixonada. Já enchi minha lista com livros dessa autora nacional, espero que quem ainda não tenha lido faça o mesmo!