segunda-feira, 19 de junho de 2017

[RESENHA] O SOL TAMBÉM É UMA ESTRELA - NICOLA YOON


ISBN-13: 9788580416589
ISBN-10: 8580416582
Ano: 2017 / Páginas: 288
Idioma: português
Editora: Arqueiro


''É melhor ver a vida como ela é, e não como a gente quer que seja. As coisas não acontecem por algum motivo. Simplesmente acontecem.''


SINOPSE

Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova Yo
rk. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.

O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?


RESENHA

Dois opostos podem se atrair? É possível conhecer a pessoa certa na hora errada?
É com essas indagações que nos aventuramos na história de Natasha e Daniel.

Natasha é a pessoa de exatas que não acredita em acaso ou destino, ela é racional, científica e prática. Já Daniel é o ser de humanas (como não amar?), alma de poeta, romântico incurável, acredita no destino e em como ele é responsável pelas nossas vidas.

Logo que vê Natasha pela primeira vez, o coreano Daniel que esta se encaminhando para uma entrevista na Yale para ser a pessoa bem sucedida e sensata que seus pais tanto sonham, sente uma atração inexplicável pela garota e começa a segui-la, porém sem imaginar que esse é o último dia da garota nos Estados Unidos, ela e sua família serão deportados de volta para a Jamaica por um erro de seu pai, após viverem ilegalmente no país há anos.

Um único dia! É o que eles possuem, será quem em tão pouco tempo uma verdadeira história de amor pode surgir?

O livro "O sol também é uma estrela" foi escrito pela Nicola Yoon e eu estava super curiosa para lê-lo. A história se passa nesse dia tão importante na vida dos dois personagens, cada um por seu motivo, e é a narração é em primeira pessoa, mostrando o ponto de vista do casal de forma aleatória, algumas vezes também vemos personagens secundários narrando ou uma análise histórica de algumas palavras.
Esses detalhes fazem com que seja impossível não se apaixonar pela escrita da autora, não é convencional, não é clichê e é daquele tipo que te prende desde o início.

Eu AMO livros do gênero Jovem Adulto, mas nesse caso não consegui me conectar com toda a história de amor narrada por ele, acredito sim que em pouco tempo conseguimos criar relações verdadeiras com alguém, mas a forma cheia de intensidade para algo efêmero não me convenceu 100%.

Natasha para mim foi um diferencial dessa história e seu enredo se adapta ao mundo jovem, mas também faz com o que livro seja interessante a um adulto, pois é uma trama que nos remete a nossa vida, nossos sonhos, expectativas e nossas famílias.

Se eu recomendo? É uma história inspiradora e ótima para quem quer se curar daquela Ressaca Literária lendo algo leve e bem escrito.

terça-feira, 13 de junho de 2017

[RESENHA] ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR - SARAH MACLEAN

Resultado de imagem para onze leis a cumprir

(Para ler a resenha do primeiro livro "Nove regras a ignorar antes de se apaixonar" clique AQUI. Para ler a resenha de "Dez formas de fazer um coração se derreter" clique AQUI)


ISBN-13: 9788580415315
ISBN-10: 8580415314
Ano: 2017 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Arqueiro



'Ela passou os braços em torno do corpo e de repente pareceu tão... pequena. E frágil. O oposto do que ele costumava pensar sobre ela: uma pessoa brilhante e ousada e indestrutível. E, naquele momento, a raiva dele foi inteiramente dominada por um ímpeto básico e primitivo de envolvê-la em seus braços até que estivesse aquecida de novo."

SINOPSE

Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.

Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.

O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão.



RESENHA

"Quando você está por perto, eu esqueço de tudo de que devo me lembrar. De tudo o que devo ser.”

Juliana Fiori, a italiana irmã St. John de Gabriel e Nick, é impetuosa e impulsiva, não age de acordo com as regras da sociedade e menos ainda: com as regras da sociedade londrina. Juliana, apesar de tentar escapar de escândalos e de odiar se envolver em sociedade acaba sendo motivo para grandes fofocas nas mesas de bailes e isso nunca a incomodou tanto assim. Até conhecer Simon, o duque de Leighton.

O duque preza pelo nome de sua família e pela reputação intocada que eles sempre tiveram. Esse seu jeito arrogante e prepotente vai despertar um desejo fortíssimo em Juliana: provar que até mesmo um duque que só vê a vida passando à sua frente e se preocupa com o nome da sua família pode se apaixonar sem pensar nas regras da sociedade. Mas será que ela conseguirá fazer isso sem machucar o seu próprio coração? Será que esse desafio será capaz de superar até os segredos mais secretos deles?

No livro "Onze leis a cumprir na hora de seduzir" somos apresentados a história de Juliana e Simon, que já conhecemos nos livros anteriores da trilogia "Os números do amor". Esse foi o meu livro preferido dos três e eu vou dizer a vocês o porquê: nesse romance de época me senti como se fosse a vida real e todas as complicações que ela pode ter.


É uma leitura desprovida de qualquer clichê e que nos apresenta uma mocinha forte, que não liga para os pensamentos alheios, que sempre coloca a sua felicidade em primeiro lugar e defende aqueles que ama com unhas e dentes. O mocinho já é o indeciso, o que teme, o que foge, o frágil... O que pode despertar o ódio em alguns leitores, mas Simon e Juliana ganharam, infinitamente, meu coração!


É uma leitura leve, rápida e impossível de largar. Sarah MacLean finaliza a sua trilogia de forma encantadora e diferente, eu só tenho cada vez mais vontade de conhecer os outros livros dessa escritora que sempre coloca as suas personagens como mulheres fortes e empoderadas.
Se eu recomendo? Nem precisa perguntar...

[RESENHA] MADRUGADAS DE DESEJO - JAYNE FRESINA


ISBN-13: 9788567028736
ISBN-10: 8567028736
Ano: 2015 / Páginas: 288
Idioma: português 
Editora: Única

"- O pobrezinho querido James já salvou a sua vida?

Ela riu. - Não. Eu salvo a minha própria vida. - Ela sempre fora sua própria salvadora. "


SINOPSE 

Um jogo de mistério e sedução que não terminará a menos que os dois se entreguem. A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.


RESENHA

James Hartley tem 37 anos e já foi um dos maiores devassos de Londres, continua não valendo 1 real, mas agora está decidido a mudar e deixar seus pecados para trás. Ellie Vyne tem 27 anos e é uma solteirona, mas uma solteirona por opção própria que estragou todos os muitos noivados que teve e vive se metendo em confusão. Os dois são inimigos declarados e dois libertinos conhecidos em toda Londres, é impossível não falar sobre eles, porém ninguém sabe o que eles realmente são...

James quer apagar muitos de seus erros e encontrar uma mulher misteriosa que procura há 6 meses e que ele acredita piamente ser a mulher de sua vida, já Ellie precisa de dinheiro para bancar a sua família e para isso  vira o conde de Bonneville, que durante os jogos de cartas depena os mais ricos homens da sociedade londrina, tudo estava certo na vida desse tal conde, até o dia em que Ellie "rouba" os diamantes da família Hartley.

James passa a acreditar que sua inimiga é amante do conde, então precisará conquistá-la para conseguir os seus diamantes de volta, já Ellie só quer se esconder pelo que aconteceu, então finge ser a tal amante e devolve os diamantes, desde que James a pague de uma forma peculiar. Um jogo de desejo e sedução começa e eles nem imaginam quantas outras coisas irão surgir em suas vidas e podem acabar com o que sentem, será que essa paixão pode passar por tantos obstáculos e especuladores da vida alheia?

O livro "Madrugadas de desejo" foi uma das melhores surpresas que já tive desde que comecei a ler romances de época, um livro desprovido de qualquer clichê, com uma história divertida, cheia de baguete, envolvente e com personagens maravilhosos. Ellie é uma mocinha forte, que vai atrás do que quer e sem mimimi, James é um libertino numa tentativa de processo de cura apaixonante e a história também é comporta por excelentes personagens secundários, impossível não amá-los.

Amei a escrita de Jayne Fresina, recomendo de olhos fechados a todos que amam o gênero e agora preciso ler outros livros dela urgentemente!

segunda-feira, 5 de junho de 2017

[RESENHA] SEDUÇÃO DA SEDA - LORETTA CHASE


ISBN: B01E95YER6
Ano: 2016 / Páginas: 304
Idioma: português
Editora: Arqueiro

“A vida não era uma roda que girava sem parar. Nunca voltava ao mesmo ponto. Não se limitava a um simples vermelho e preto e um leque de números. A vida ria da lógica.”



SINOPSE


Talentosa e ambiciosa, a modista Marcelline Noirot é a mais velha das três irmãs proprietárias de um refinado ateliê londrino. E só mesmo seu requinte impecável pode salvar a dama mais malvestida da cidade: lady Clara Fairfax, futura noiva do duque de Clevedon.

Tornar-se a modista de lady Clara significa prestígio instantâneo. Mas, para alcançar esse objetivo, Marcelline primeiro deve convencer o próprio Clevedon, um homem cuja fama de imoralidade é quase tão grande quanto sua fortuna.
O duque se considera um especialista na arte da sedução, mas madame Noirot também tem suas cartas na manga e não hesitará em usá-las. Contudo, o que se inicia como um flerte por interesse pode se tornar uma paixão ardente. E Londres talvez seja pequena demais para conter essas chamas.
Primeiro livro da série As Modistas, Sedução da seda é como um vestido minuciosamente desenhado por Loretta Chase: de cores suaves e românticas em alguns trechos, mas adornado com os detalhes perfeitos para seduzir.



RESENHA

Marcelline Noirot é a mais velha de suas três irmãs e juntas administram um ateliê de costura londrino, são ótimas modistas, as melhores de Londres, mas ainda enfrentam aquele receio inicial que todas os novos comércios sofrem... Para alcançar todo o renome que almeja (e merece), Marcelline, ardilosa, tem o seguinte plano: conquistar Lady Clara, futura noiva do duque de Clevedon (e muito mal vestida).

O duque de Clevedon está numa promessa de noivado com Clara Fairfax há anos (ANOS!) e conhecido por ser um devasso completo e ele precisa aprovar que as irmãs Noirot sejam as novas modistas de sua futura duquesa. Marcelline percebe que precisa dar um empurrãozinho para que seus planos se realizem e então entra em um jogo de sedução com Clevedon, um jogo que pode não acabar nada bem. Será que as diferenças sociais podem falar mais alto do que uma paixão?

Sabe aquela afinidade que você sente logo de cara com os personagens? Então, não foi o que aconteceu comigo e com o duque de Clevedon, durante boa parte do livro queria pegar esse homem e Deus que me perdoe por meus atos.

"Sedução de Seda" não foi o meu livro favorito de Loretta Chase, mas o que gostei na leitura é que esse romance de época foge de todos os clichês e detalhes previsíveis do gênero, vemos uma mocinha forte, que vai atrás do que quer e um mocinho que, diferente da maioria dos libertinos do gênero, não me encantou... No geral gostei de alguns detalhes da história, como o fato de mostrar as diferenças sociais da época, e espero gostar mais dos personagens dos próximos livros da trilogia "As modistas"




quinta-feira, 1 de junho de 2017

[RESENHA] QUANDO A BELA DOMOU A FERA - ELOISA JAMES




ISBN-13: 9788580416800
ISBN-10: 8580416809
Ano: 2017 / Páginas: 320
Idioma: português
Editora: Arqueiro


"Um médico totalmente maluco e uma beldade terrivelmente conivente, mancando juntos rumo a uma vida de felicidade? Duvido muito. Você tem lido contos de fadas 
demais."


SINOPSE

Eleito um dos dez melhores romances de 2011 pelo Library Journal, "Quando a Bela domou a Fera" é uma releitura de um dos contos de fadas mais adorados de todos os tempos.

Piers Yelverton, o conde de Marchant, vive em um castelo no País de Gales, onde seu temperamento irascível acaba ferindo todos os que cruzam seu caminho. Além disso, segundo as más línguas, o defeito que ele tem na perna o deixou imune aos encantos de qualquer mulher.

Mas Linnet não é qualquer mulher. É uma das moças mais adoráveis que já circularam pelos salões de Londres. Seu charme e sua inteligência já fizeram com que até mesmo um príncipe caísse a seus pés. Após ver seu nome envolvido em um escândalo da realeza, ela definitivamente precisa de um marido e, ao conhecer Piers, prevê que ele se apaixonará perdidamente em apenas duas semanas.

No entanto, Linnet não faz ideia do perigo que seu coração corre. Afinal, o homem a quem ela o está entregando talvez nunca seja capaz de corresponder a seus sentimentos. Que preço ela estará disposta a pagar para domar o coração frio e selvagem do conde? E Piers, por sua vez, será capaz de abrir mão de suas convicções mais profundas pela mulher mais maravilhosa que já conheceu?




RESENHA


Linnet é, com toda a certeza, a moça mais linda da temporada londrina, o que deveria ser ótimo para conseguir um casamento maravilhoso. Mas não é... O ônus de sua beleza veio, literalmente, a cavalo, e o lindo duque após um beijo às escondidas a deixa com a reputação arruinada e com fofocas sobre uma suposta gravidez.

Piers Yelverton é o conde de Marchant e mora num castelo em País de Gales, seu temperamento nada fácil e o acidente que sofreu na infância e o deixou manco lhe deram o querido apelido de Fera. O pai do Dr. Piers acredita que ele precisa se casar e após uma lista peculiar e zombeteira do filho acredita que Linnet é a melhor opção de esposa para o seu filho, ainda mais por já estar supostamente grávida.

Só que o que ele não imagina é que a futura esposa de seu filho tem o mesmo temperamento difícil, gênio forte e não vai levar nenhum desaforo para a casa. Será que duas pessoas tão parecidas (e tão difíceis) conseguirão se relacionar?

"Quando a Bela domou a Fera" foi uma surpresa muito positiva e pra lá de engraçada que conquistou o meu coração. Uma leitura leve, rápida e que te deixa querendo mais o tempo todo, fazendo com que você só pare quando chega ao final, li o livro em pouco mais de 20 horas. O ponto alto do livro, além da escrita de Eloisa James, são os personagens, é impossível não amá-los.

O reconto de "A Bela e a Fera" foi encantador do início ao fim, achei que o final foi um pouco corrido e por esse motivo, não dei 5 estrelas, porém com certeza foi uma história inesquecível e que me deixou super ansiosa pelos próximos romances de época inspirados em conto de fadas da autora.