terça-feira, 13 de junho de 2017

[RESENHA] ONZE LEIS A CUMPRIR NA HORA DE SEDUZIR - SARAH MACLEAN

Resultado de imagem para onze leis a cumprir

(Para ler a resenha do primeiro livro "Nove regras a ignorar antes de se apaixonar" clique AQUI. Para ler a resenha de "Dez formas de fazer um coração se derreter" clique AQUI)


ISBN-13: 9788580415315
ISBN-10: 8580415314
Ano: 2017 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Arqueiro



'Ela passou os braços em torno do corpo e de repente pareceu tão... pequena. E frágil. O oposto do que ele costumava pensar sobre ela: uma pessoa brilhante e ousada e indestrutível. E, naquele momento, a raiva dele foi inteiramente dominada por um ímpeto básico e primitivo de envolvê-la em seus braços até que estivesse aquecida de novo."

SINOPSE

Juliana Fiori é uma jovem ousada e impulsiva, que fala o que pensa, não faz a menor questão de ter a aprovação dos outros e, se necessário, é capaz de desferir um soco com notável precisão. Sozinha após a morte do pai, ela precisa deixar a Itália para viver com seus meios-irmãos na Inglaterra.

Ao desembarcar no novo país, sua natureza escandalosa e sua beleza estonteante fazem dela o tema favorito das fofocas da aristocracia. Pelo bem de sua recém-descoberta família britânica, Juliana se esforça para domar seu temperamento e evitar qualquer deslize que comprometa o clã. Até conhecer Simon Pearson, o magnífico duque de Leighton.

O poderoso nobre não admite nenhum tipo de escândalo e defende o título e a reputação da família com unhas e dentes. Sua arrogância acaba despertando em Juliana uma irresistível vontade de desafiá-lo e ela decide provar a ele que qualquer um – até mesmo um duque aparentemente imperturbável – pode ser levado a desobedecer as regras sociais em nome da paixão.



RESENHA

"Quando você está por perto, eu esqueço de tudo de que devo me lembrar. De tudo o que devo ser.”

Juliana Fiori, a italiana irmã St. John de Gabriel e Nick, é impetuosa e impulsiva, não age de acordo com as regras da sociedade e menos ainda: com as regras da sociedade londrina. Juliana, apesar de tentar escapar de escândalos e de odiar se envolver em sociedade acaba sendo motivo para grandes fofocas nas mesas de bailes e isso nunca a incomodou tanto assim. Até conhecer Simon, o duque de Leighton.

O duque preza pelo nome de sua família e pela reputação intocada que eles sempre tiveram. Esse seu jeito arrogante e prepotente vai despertar um desejo fortíssimo em Juliana: provar que até mesmo um duque que só vê a vida passando à sua frente e se preocupa com o nome da sua família pode se apaixonar sem pensar nas regras da sociedade. Mas será que ela conseguirá fazer isso sem machucar o seu próprio coração? Será que esse desafio será capaz de superar até os segredos mais secretos deles?

No livro "Onze leis a cumprir na hora de seduzir" somos apresentados a história de Juliana e Simon, que já conhecemos nos livros anteriores da trilogia "Os números do amor". Esse foi o meu livro preferido dos três e eu vou dizer a vocês o porquê: nesse romance de época me senti como se fosse a vida real e todas as complicações que ela pode ter.


É uma leitura desprovida de qualquer clichê e que nos apresenta uma mocinha forte, que não liga para os pensamentos alheios, que sempre coloca a sua felicidade em primeiro lugar e defende aqueles que ama com unhas e dentes. O mocinho já é o indeciso, o que teme, o que foge, o frágil... O que pode despertar o ódio em alguns leitores, mas Simon e Juliana ganharam, infinitamente, meu coração!


É uma leitura leve, rápida e impossível de largar. Sarah MacLean finaliza a sua trilogia de forma encantadora e diferente, eu só tenho cada vez mais vontade de conhecer os outros livros dessa escritora que sempre coloca as suas personagens como mulheres fortes e empoderadas.
Se eu recomendo? Nem precisa perguntar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário